terça-feira, 17 de abril de 2018

Suspeito de triplo assassinato é morto em confronto com a PM em Capim Grosso



Por volta das 22h00 desta segunda-feira (16), em uma operação militar no contorno de São José, na cidade de Capim Grosso, houve um confronto envolvendo policiais da RONDESP, da cidade de Juazeiro da Bahia, com um homem. No confronto o individuo foi morto já no início da madrugada desta terça-feira (17).

De acordo com as informações o homem foi socorrido até a UPA 24h, mas não resistiu os ferimentos e veio a óbito. As primeiras notícias dão contam que a vítima identificada pelo vulgo "Galego do Contorno de São José", é o principal suspeito do triplo assassinato ocorrido na tarde do último domingo (15), na "Lagoa de Dete", em Capim Grosso.
CNJ julga nesta terça-feira Sergio Moro por divulgação telefônica
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deve julgar nesta terça-feira (17) o pedido de PT, PSB e PCdoB para que o juiz federal Sérgio Moro seja punido por ter autorizado a divulgação de interceptação telefônica de conversa entre Lula e Dilma. 

De acordo com a Coluna do Estadão, se for punido, Moro pode sofrer desde advertência, censura, remoção compulsória, aposentadoria compulsória até exoneração do cargo.

Até cadeia: Lei Seca fica mais rígida a partir desta quarta (18)
Penas mais duras e até cadeia. A partir desta quarta-feira (18), passa a valer, em todo o Brasil, a Lei n° 13.546/2017, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e torna a Lei Seca ainda mais rígida. Agora, quem cometer homicídio ou provocar lesão grave ou gravíssima enquanto estiver dirigindo sob efeito de álcool ou de outra substância psicoativa pode ir preso e cumprir pena maior.

“As mudanças foram basicamente nos crimes de lesão à vida. Nos outros aspectos, a lei continua igual”, adianta o coordenador de fiscalização de veículos do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), o capitão Márcio Santos.

No caso do homicídio, as penas do artigo 302 foram ampliadas - antes, era de dois a quatro anos, mas agora pode ir de cinco a oito anos de reclusão. Isso acontece porque a qualificadora de alcoolemia foi adicionada.

“Antes, não tinha a qualificadora. Era detenção de dois a quatro anos e, com essa pena máxima, era possível que o condutor pagasse fiança. Agora, o delegado não pode mais arbitrar fiança. Quando entrar em vigor, não vai acontecer mais aquela coisa de condutor que tira a vida de alguém e é levado preso ser liberado depois da fiança”, diz o capitão Márcio Santos.

Para o condutor alcoolizado que causar uma lesão grave ou gravíssima, a penalidade também cresceu. De acordo com a nova lei, ele pode ser condenado a reclusão de dois a cinco anos. Antes, a detenção poderia ser de seis meses a dois anos – na prática, ninguém ia preso. Diferente da situação de homicídio, o CTB ainda permite fiança em casos de lesão corporal.

Fixação da pena
Ainda referente à Lei Seca, houve outra mudança no artigo 291: o juiz vai fixar a pena base “dando atenção especial à culpabilidade do agente e às circunstâncias e consequências do crime”. “Ou seja, o juiz passa agora a avaliar qual é o nível de culpa do condutor e as circunstâncias do crime que se deu, além de outros critérios, como antecedentes, etc”, explica o capitão Márcio Santos, do Detran.

O que continua
Para quem não comete nenhum crime de lesão à vida no trânsito, as penas do CTB continuam iguais. Isso inclui desde aqueles condutores que, ao serem parados nas blitze de alcoolemia, se recusam a fazer o teste do bafômetro até os que aceitam. Mesmo sem fazer o teste, o condutor pode ir parar na delegacia.

Nos dois casos, os motoristas terão que pagar a multa de R$ 2.934,70. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será recolhida e outro condutor habilitado terá que retirar o carro do local.

Se o teor de álcool ficar entre 0,05 mg/l e 0,33 mg/l, o motorista vai responder administrativamente. Se for maior do que 0,34 mg/l, ele deve ser levado imediatamente a uma delegacia e vai responder também por crime de trânsito, cuja pena é de seis meses a três anos.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Triplo homicídio registrado na cidade de Capim Grosso
No finalda tarde deste domingo, 15 de abril de 2018, três jovens, sendo um maior de idade e dois menores foram assassinados a tiros na região da Lagoa de Dete, área do Bairro Sacramento em Capim Grosso, na saída da cidade sentido São José do Jacuípe.

Segundo informações, dois homens em uma moto se aproximaram e efetuaram vários disparos contra os jovens. Dois morreram no local e a terceira vítima faleceu quando era socorrida pelo Samu 192 para a UPA 24h. As investigações ficam sob a responsabilidade do delegado da Polícia Civil, Dr Humberto Marino.

Ainda de acordo com informações, as vítimas são conhecidas como Negão, Taubinho um dos jovens trata-se do adolescente de pré-nome Eduardo (14 anos), neto do ex-vereador Manoel de Erminio.

A Polícia Militar esteve guardando a cena do crime. Os corpos foram encaminhados pelo Departamento de Polícia Técnica para o Instituto Médico Legal de Jacobina e não há informações sobre a motivação do triplo assassinato.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Traficante bonfinense preso com drogas na Serra da Carnaíba em Pindobaçu



Por volta das 16h desta quinta-feira, 12, a Guarnição do 5º Pel da 54ª CIPM, deslocou-se até a Rua da Cinderela, na Serra da Carnaíba, após denúncias anônimas de populares sobre o tráfico de drogas, onde constatou uma movimentação estranha dentro de uma residência que estava com o som muito alto.

A guarnição chegou à porta e chamou pelos proprietários para que estes abaixassem o volume do som, momento em que saiu um indivíduo e autorizou a entrada da PM na casa, os policiais questionaram onde estaria “Negão”, o proprietário da casa, e foram informados de que estava no quarto. O indivíduo desligou o som e chamou “Negão” que saiu do quarto informando que havia droga embaixo do colchão que estava no chão.

A guarnição encontrou 15 (quinze) dolões de maconha, 05 (cinco) pedras de crack, 03 (três) bananas de dinamite, (01) uma espoleta. ”Negão”, o suspeito, foi identificado como Emenson Justino dos Santos, 21 anos, que reside também na Rua Pero Vaz, no Alto da Maravilha em Sr. do Bonfim.

Foi dada voz de prisão ao suspeito e em seguida este foi conduzido à Delegacia de Senhor do Bonfim onde foi flagranteado por tráfico de drogas e posse de artefato explosivo.
ASCOM – 54ª CIPM

terça-feira, 10 de abril de 2018

Polícia Militar prende acusado de homicídio em Ourolândia.


Na tarde desta terça-feira, 10 de abril de 2018, os policiais militares do Pelotão de Ourolândia comandado pelo Subtenente PM Messias foi informado a respeito da presença de um homem acusado de homicídio na cidade de Ourolândia.

Com base nas informações e após verificação de mandado de prisão em desfavor do mesmo, a guarnição realizou diligência e prendeu o acusado conforme decisão judicial e o encaminhou para a Delegacia de Polícia Civil a fim do andamento dos procedimentos legais.

“Parabenizo os policiais militares de Ourolândia por mais uma ação exitosa. A 24ª CIPM está atenta para atender ao cidadão e cumprir as ordens judiciais com o máximo de empenho”, disse o Major PM Flailton Oliveira.

Lula não terá privilégio em cela, determina Moro



O juiz federal Sérgio Moro determinou que nenhum privilégio nas visitações fosse dado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato, na sala reservada na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

O ex-presidente foi preso no sábado e passou nesta segunda-feira, 9, o segundo dia no cárcere para o cumprimento da pena de 12 anos e 1 mês, em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso apartamento triplex no Guarujá.

"Nenhum outro privilégio foi concedido, inclusive sem privilégios quanto a visitações, aplicando-se o regime geral de visitas da carceragem da Polícia Federal", diz Moro. O documento, enviado à 12.ª Vara Federal, abriu nesta segunda o processo de execução da pena de Lula.

A medida, segundo Moro, é para "não inviabilizar o adequado funcionamento da repartição pública", que desde a chegada do petista está cercada por bloqueios da Polícia Militar para impedir protestos, depredações e acampamentos de manifestantes.

O Estado apurou que a Lula foi dado o direito de receber visitas de advogados a qualquer dia - menos sábados, domingos e feriados - e de familiares, uma vez por semana, como ocorre com os demais encarcerados da PF.

Nos primeiros dois dias na prisão em Curitiba, Lula recebeu seus advogados Cristiano Zanin Martins, Valeska Zanin Martins e Sigmaringa Seixas, ex-deputado petista.

Zanin e Sigmaringa estiveram ao lado do ex-presidente logo após sua chegada na PF, na noite de sábado. Numa espécie de antessala do local preparado para o ex-presidente cumprir a pena, os dois permaneceram até as primeiras horas do domingo, antes de Lula dormir a primeira noite na prisão. Por volta das 15h de domingo, os dois retornaram para a primeira visita de advogados.

Foi ali que Lula recebeu em pleno domingo, com a unidade fora de funcionamento, seus advogados por cerca de duas horas.

Palocci

Os outros 20 presos comuns na custódia da PF, que funciona no segundo piso do prédio, entre eles o ex-ministro Antonio Palocci, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, o ex-diretor da Petrobrás Renato Duque, não têm direito a visitas de advogados nos domingos.

No documento em que ficha Lula como condenado, após seu recolhimento em prisão, Moro destaca: "Também não se justificando novos privilégios em relação aos demais condenados".

Na noite de sábado, horas depois de o ex-presidente chegar preso de helicóptero, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann - que é do Paraná -, esteve na sede da PF para falar com o superintendente, delegado Maurício Valeixo. Segundo ela, o objetivo era saber dos confrontos ocorridos entre militantes do partido e a Polícia Militar, que faz o bloqueio no entorno do prédio - após a Justiça estadual decretar o interdito do perímetro para protestos e acampamentos.

Formada em advocacia, a senadora do PT pretende usar seu documento da OAB para ter acesso ao ex-presidente durante sua permanência na prisão, em Curitiba.

Consulta. A subchefia de Administração da Presidência informou ao Estado que "enviou consulta, em caráter de urgência, sobre os direitos do ex-presidente Lula, agora que ele está preso, à Subchefia de Assuntos Jurídicos da Presidência da República".

Apesar de ainda não terem sido concluídas as avaliações jurídicas em relação à manutenção ou não dos benefícios que Lula tem direito como ex-presidente, a ideia inicial é de que seja determinada uma suspensão temporária de alguns destes benefícios, como os serviços dos quatro seguranças que acompanhavam o petista e os dois carros com dois motoristas à disposição dele.

sábado, 7 de abril de 2018

idosa morro aos 70 ano


nesta  segunda 02 de  abriu    morre  no ponto  do meio  proximo  a  tabua de  vasia nova a sº  eleusina da silva maia sempre conhecida  por  dona  liò  a mesma tinha 70 anos  de  idade.  de esposa  de   nenesinho  a  mesma dechor  filhos  neto e  bisneto dona liò era natural de  jacobina mas  a  anos  residia   no ponto do meio  eu em nome  de  soares noticias  quero  dechar  meus  poso   e  que  deus  conforte a  familha  que  sao uma  familha  umiude e  bem sucedida

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Um homem identificado pelo prenome 'Burrego' foi assassinado na noite deste domingo (1º) no bairro Vila Feliz, em Jacobina. Conforme as primeiras informações, homens armados efetuaram vários disparos contra 'Burrego' dentro de uma residência na Rua Branca. Ele não resistiu e morreu no local.
Burrego já havia sido vítima de uma tentativa de homicídio, porém sobreviveu aos disparos. Ele tinha passagens pela Delegacia de Polícia de Jacobina e respondia por crimes na Justiça. A Guarda Municipal está isolando a cena do crime até a chegada dos peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Após a perícia no local, o corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A autoria e motivação do crime são desconhecidas.
 
Fonte: Jacobina Notícias

Defesa de Lula entra com novo habeas corpus no STJ para evitar prisão, diz jornal



A defesa do ex-presidente Lula entrou com um novo pedido de habeas corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar impedir a prisão imediata do petista. A informação é da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

O argumento central da defesa, de acordo com a coluna, é que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) antecipou a execução da pena ao determiná-la antes da publicação do acordão do julgamento dos embargos de declaração apresentados pelos advogados.

Ainda seria possível apresentar novos embargos e por isso, segundo os advogados, a prisão de Lula ainda não poderia ocorrer.

Na madrugada de quinta-feira, o STF negou o habeas corpus preventivo pedido pelo ex-presidente.

O juiz Sergio Moro ordenou na quinta-feira que Lula se apresente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h desta sexta. A decisão foi tomada após o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) autorizar a prisão.

Contudo, especulação na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde Lula e aliados passam a madrugada, é que o ex-presidente estaria cogitando aguardar a dimensão das manifestações no local durante a manhã e começo da tarde de sexta-feira para decidir se cumpre, ou não, a determinação de Moro de se apresentar à Superintendência da Polícia Federal no Paraná.

Lula foi condenado por Moro no caso do tríplex de Guarujá em julho de 2017. Em janeiro, os juízes do TRF-4 confirmaram a condenação e votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão.

Fonte: Veja.

domingo, 11 de março de 2018

rua da umburana homenageia o dia da mulher com uma partida em traje feminino





nesse  domingo  dia  10  equipe  da rua  da umburana  fais uma partida   de  fultibò em homenagem ao   dia   da  mulher os  mesmo  fiseram questao  de  suares noticias   sai  na  foto  com  eles   as  mulleres  da rua  da umburana  tâo  de parabems com o dias  delas fonte soaresnoticias 

quarta-feira, 7 de março de 2018

Aerogeradores começam a ser montados no Complexo Eólico Campo Largo



Um novo cenário está se formando no alto da serra, no município de Umburanas. Quem chega à cidade já consegue visualizar as primeiras Torres Eólicas do Complexo Campo Largo ganhando forma. O primeiro segmento de torre, equipamento de sustentação do aerogerador, foi erguido no dia 29 de janeiro e deu início a uma nova fase do empreendimento, a montagem. Atualmente as equipes trabalham em 18 torres, em diferentes estágios de instalação.

“A montagem eletromecânica representa uma etapa significativa da segunda metade da obra, pois engloba todos os componentes principais, como: torre, nacelle, hub e pás. Ela complementa a fase anterior, ou seja, os guindastes utilizam as plataformas e as torres de aço são encaixadas nas fundações de concreto nas quais trabalhamos durante todo o ano de 2017”, destacou o gerente da obra, Murilo Boselli.


As torres dos aerogeradores estão sendo fabricadas na cidade de Jacobina. Feitas de aço, são divididas em quatro segmentos, que juntos somam 89 metros de altura.

 Segundo Boselli, a previsão é de que esta etapa seja finalizada no mês de outubro de 2017. “Quando a montagem dos componentes principais de algumas torres estiver finalizada, iniciaremos o comissionamento dos aerogeradores, fase na qual eles serão testados e logo após, a energia começará a ser gerada”, afirmou o gerente.

Em sua primeira fase, o Complexo Eólico Campo Largo contará com 121 aerogeradores, com capacidade total instalada de 326,7 MW ;ele deve começar a operar comercialmente em janeiro de 2019.